0 follower

Eventos

Eventos permitem que você injete código personalizado dentro de outo código existente em determinados pontos de execução. Você pode anexar o código personalizado a um evento de modo que ao acionar o evento, o código é executado automaticamente. Por exemplo, um objeto de e-mail pode disparar um evento messageSent quando o envio da mensagem for bem sucedida. Se você quiser acompanhar as mensagens que são enviadas com sucesso, você poderia então simplesmente anexar o código de acompanhamento ao evento messageSent. O Yii disponibiliza uma classe base chamada yii\base\Component para dar suporte aos eventos. Se sua classe precisar disparar eventos, ela deverá estender de yii\base\Component, ou de uma classe-filha.

Manipuladores de Evento

Um manipulador de evento é uma função [Callback do PHP] (https://secure.php.net/manual/en/language.types.callable.php) que é executada quando o evento é disparado. Você pode usar qualquer um dos seguintes callbacks:

  • uma função global do PHP especificada como uma string (sem parênteses), por exemplo, 'trim';
  • Um método do objeto especificado como um array, informando o objeto e um nome do método como uma string (sem parênteses), por exemplo [$object, 'methodName'];
  • Um método estático da classe especificado como um array informando o nome da classe e nome do método como string (sem parênteses), por exemplo, ['ClassName', 'methodName'];
  • Uma função anônima, por exemplo, function ($event) { ... }.

A assinatura de um manipulador de eventos é a seguinte:

function ($event) {
   // $event is an object of yii\base\Event or a child class
}

Através do parâmetro $event, um manipulador de evento pode receber as seguintes informações sobre o evento que ocorreu:

Anexando manipuladores de eventos

Você pode anexar um manipulador para um evento, chamando o método yii\base\Component::on(). Por exemplo:

$foo = new Foo;

// esse manipulador é uma função global
$foo->on(Foo::EVENT_HELLO, 'function_name');

// esse manipulador é um método de objeto
$foo->on(Foo::EVENT_HELLO, [$object, 'methodName']);

// esse manipulador é um método estático da classe
$foo->on(Foo::EVENT_HELLO, ['app\components\Bar', 'methodName']);

// esse manipulador é uma função anônima
$foo->on(Foo::EVENT_HELLO, function ($event) {
   // Código ...
});

Você também pode anexar manipuladores de eventos por meio de configurações. Para mais detalhes, consulte a seção Configurações.

Ao anexar um manipulador de eventos, você pode fornecer dados adicionais no terceiro parâmetro do método yii\base\Component::on(). Os dados serão disponibilizados para o manipulador quando o evento for disparado e o manipulador chamado. Por exemplo:

// O código a seguir mostrará "abc" quando o evento for disparado
// porque $event->data contêm os dados passados no terceiro parâmetro do "on"
$foo->on(Foo::EVENT_HELLO, 'function_name', 'abc');

function function_name($event) {
   echo $event->data;
}

Ordem dos Manipuladores de Eventos

Você pode anexar um ou mais manipuladores para um único evento. Quando o evento é disparado, os manipuladores anexados serão chamados na ordem em que eles foram anexados ao evento. Se o manipulador precisar interromper os eventos subsequentes, pode definir a propriedade yii\base\Event::$handled do parâmetro $event para true:

$foo->on(Foo::EVENT_HELLO, function ($event) {
   $event->handled = true;
});

Por padrão, um novo manipulador é anexado a fila de manipuladores existente para o evento.

Como resultado, o manipulador será chamado por último quando o evento for disparado.

Para inserir um novo manipulador de evento no início da fila de modo a ser chamado primeiro, você pode chamar o método yii\base\Component::on(), passando false para o quarto parâmetro $append:

$foo->on(Foo::EVENT_HELLO, function ($event) {
   // ...
}, $data, false);

Disparando Eventos

Os eventos são disparados chamando o método yii\base\Component::trigger(). Este método requer um nome de evento, e, opcionalmente, um objeto de evento que descreve os parâmetros a serem passados para os manipuladores de eventos. Por exemplo:

namespace app\components;

use yii\base\Component;
use yii\base\Event;

class Foo extends Component
{
   const EVENT_HELLO = 'hello';

   public function bar()
   {
       $this->trigger(self::EVENT_HELLO);
   }
}

Com o código acima, todas as chamadas para bar () irão disparar um evento chamado hello.

Dica: Recomenda-se usar constantes de classe para representar nomes de eventos. No exemplo acima, a constante EVENT_HELLO representa o evento hello. Esta abordagem tem três benefícios. Primeiro, previne erros de digitação. Segundo, pode fazer o evento se tornar reconhecível para recursos de auto-complete de IDEs. Terceiro, você pode especificar quais eventos são suportados em uma classe, basta verificar suas declarações de constantes.

Às vezes, quando um evento é disparado você pode querer passar junto informações adicionais para os manipuladores de eventos. Por exemplo, um objeto de e-mail pode querer passar uma informação para o manipulador do evento messageSent de modo que os manipuladores podem conhecer os detalhes das mensagens enviadas. Para fazer isso, você pode fornecer um objeto de evento como o segundo parâmetro para o método yii\base\Component::trigger(). Este objeto precisa ser uma instância da classe yii\base\Event ou de uma classe filha. Por exemplo:

namespace app\components;

use yii\base\Component;
use yii\base\Event;

class MessageEvent extends Event
{
   public $message;
}

class Mailer extends Component
{
   const EVENT_MESSAGE_SENT = 'messageSent';

   public function send($message)
   {
       // ...sending $message...

       $event = new MessageEvent;
       $event->message = $message;
       $this->trigger(self::EVENT_MESSAGE_SENT, $event);
   }
}

Quando o método yii\base\Component::trigger() é chamado, ele chamará todos os manipuladores ligados ao evento passado.

Desvinculando manipuladores de eventos

Para retirar um manipulador de um evento, chame o método yii\base\Component::off(). Por Exemplo:

// o manipulador é uma função global
$foo->off(Foo::EVENT_HELLO, 'function_name');

// o manipulador é um método de objeto
$foo->off(Foo::EVENT_HELLO, [$object, 'methodName']);

// o manipulador é um método de estático da Classe
$foo->off(Foo::EVENT_HELLO, ['app\components\Bar', 'methodName']);

// o manipulador é uma função anônima
$foo->off(Foo::EVENT_HELLO, $anonymousFunction);

Note que, em geral, você não deve tentar desvincular uma função anônima, a menos que você guarde em algum lugar quando ela for ligada ao evento. No exemplo acima, é assumido que a função anónima é armazenada em uma variável $anonymousFunction.

Para desvincular todos os manipuladores de um evento, simplesmente chame yii\base\Component::off() sem o segundo parâmetro:

$foo->off(Foo::EVENT_HELLO);

Manipuladores de Eventos de Classe

As subseções acima descreveram como anexar um manipulador para um evento a nível de instância (objeto). Às vezes, você pode querer responder a um evento acionado por todas as instâncias da classe em vez de apenas uma instância específica. Em vez de anexar um manipulador de evento em todas as instâncias, você pode anexar o manipulador a nível da classe chamando o método estático yii\base\Event::on().

Por exemplo, um objeto Active Record irá disparar um evento EVENT_AFTER_INSERT sempre que inserir um novo registro no banco de dados. A fim de acompanhar as inserções feitas por cada objeto Active Record, você pode usar o seguinte código:

use Yii;
use yii\base\Event;
use yii\db\ActiveRecord;

Event::on(ActiveRecord::class, ActiveRecord::EVENT_AFTER_INSERT, function ($event) {
   Yii::debug(get_class($event->sender) . ' is inserted');
});

O manipulador de evento será invocado sempre que uma instância de ActiveRecord, ou uma de suas classes filhas, disparar o evento EVENT_AFTER_INSERT. No manipulador, você pode obter o objeto que disparou o evento através de $event->sender.

Quando um objecto dispara um evento, ele irá primeiro chamar manipuladores de nível de instância, seguido pelos manipuladores de nível de classe.

Você pode disparar um evento de nível de classe chamando o método estático yii\base\Event::trigger(). Um evento de nível de classe não está associado com um objeto particular. Como resultado, ele fará a chamada dos manipuladores de eventos apenas a nível da classe. Por exemplo:

use yii\base\Event;

Event::on(Foo::class, Foo::EVENT_HELLO, function ($event) {
   var_dump($event->sender);  // displays "null"
});

Event::trigger(Foo::class, Foo::EVENT_HELLO);

Note que, neste caso, $event->sender refere-se ao nome da classe acionando o evento em vez de uma instância do objeto.

Observação: Já que um manipulador de nível de classe vai responder a um evento acionado por qualquer instância dessa classe, ou qualquer classe filha, você deve usá-lo com cuidado, especialmente se a classe é uma classe base de baixo nível, tal como yii\base\BaseObject.

Para desvincular um manipulador de evento de nível de classe, chame yii\base\Event::off(). Por exemplo:

// desvincula $handler
Event::off(Foo::class, Foo::EVENT_HELLO, $handler);

// Desvincula todos os manipuladores de Foo::EVENT_HELLO
Event::off(Foo::class, Foo::EVENT_HELLO);

Eventos Globais

O Yii suporta o assim chamado evento global, que na verdade é um truque com base no mecanismo de eventos descrito acima. O evento global requer um singleton acessível globalmente, tal como a própria instância da aplicação.

Para criar o evento global, um evento remetente chama o método singleton trigger() para disparar o evento, em vez de chamar o método trigger() do remetente . Da mesma forma, os manipuladores de eventos são anexados ao evento no singleton . Por exemplo:

use Yii;
use yii\base\Event;
use app\components\Foo;

Yii::$app->on('bar', function ($event) {
   echo get_class($event->sender);  // Mostra na tela "app\components\Foo"
});

Yii::$app->trigger('bar', new Event(['sender' => new Foo]));

A vantagem de usar eventos globais é que você não precisa de um objeto ao anexar um manipulador para o evento que será acionado pelo objeto. Em vez disso, a inclusão do manipulador e o evento acionado são ambos feitos através do singleton. (Por exemplo, uma instância da aplicação). Contudo, já que o namespace dos eventos globais é compartilhado com todos, você deve nomear os eventos globais sabiamente, tais como a introdução de algum tipo de namespace (por exemplo. "frontend.mail.sent", "backend.mail.sent").

Found a typo or you think this page needs improvement?
Edit it on github !